Menopausa e Andropausa

Home  /  Endocrinologia  /  Menopausa e Andropausa

A Menopausa e a Andropausa são nomenclaturas que descrevem as fases em que homens e mulheres passam por uma baixa na produção de alguns de seus hormônios. Entenda melhor cada uma delas.

Menopausa

A menopausa é caracterizada pelo declínio da produção dos hormônios reprodutivos, como o estrogênio e a progesterona, sendo mais frequente em mulheres de 40 a 50 anos. Além dos exames laboratoriais, para fechar o diagnóstico da menopausa, a paciente precisa ter seu ciclo menstrual interrompido há cerca de um ano.

Sintomas da Menopausa

  • Ondas de calor
  • Secura vaginal
  • Perda de apetite sexual
  • Desaceleração do metabolismo com ganho de peso
  • Cabelos e unhas mais fracos
  • Distúrbios do sono
  • Ansiedade e estresse

Vale lembrar que a paciente não precisa apresentar todos os sintomas anteriormente descritos para ser diagnosticada na fase da menopausa.

Tratamento da Menopausa

A menopausa é uma condição natural a todas as mulheres e não deve ser temida. Seus sintomas, quando incômodos e excessivos, podem ser controlados com a reposição hormonal. Esta reposição pode ocorrer por meio de medicação oral, injeções, adesivos, gel e até spray nasal.  As doses e tipos de estrogênios devem ser individualizados para cada mulher, de forma que ela se sinta confortável. Na reposição bem feita, a mulher não incha, não engorda e se protege da falta de hormônios a longo prazo.

Andropausa

A andropausa é caracterizada pela baixa da produção hormonal masculina, ou seja, da testosterona. Ao contrário da menopausa, esta fase não se dá em uma faixa etária exata da vida dos homens. O processo é gradual, em que a cada ano, o homem passa a produzir um pouco menos de testosterona. Geralmente, os primeiros sintomas surgem após os 50 anos.

Sintomas da Andropausa

De modo diferente das mulheres, os homens não têm um sintoma específico como a interrupção da menstruação para marcar a transição. Alguns sintomas relatados por pacientes nesta fase são:

  • Perda da massa muscular e óssea
  • Fadiga
  • Aumento da gordura (visceral)
  • Queda da libido
  • Disfunção erétil
  • Alterações do orgasmo
  • Ejaculação retardada e volume ejaculatório reduzido
  • Queda de cabelos
  • Irritabilidade e insônia
  • Depressão (em alguns casos)

Tratamento da Andropausa

É importante procurar um médico (mesmo sem sintomas) para dosar os níveis de hormônios no sangue e verificar se a utilização de algum medicamento se faz necessária. Fatores de risco para o desencadeamento da andropausa são: estresse psicológico, álcool, acidentes, cirurgias, medicação, obesidade e infecções.

Agende sua consulta!





    Edivaldo Rodrigues dos Santos Junior - Doctoralia.com.br