Tenho indicação aos medicamentos para emagrecer?

By Monique Monique Teixeira 1 ano ago
Home  /  Blog  /  Tenho indicação aos medicamentos para emagrecer?

Existem muitos tabus por trás dos medicamentos para emagrecer.

Há o perfil de paciente que deseja tomar remédio a qualquer custo, mesmo quando não tem indicação. E tem aqueles que já construíram imenso preconceito e aversão, quando na verdade, deveriam considerá-los como alternativa terapêutica.

Usar medicações para emagrecimento não torna o indivíduo mais fraco, ou menos esforçado. Obesidade é uma doença, e como qualquer outra, deve ser tratada.

Além disso, deve-se desconstruir o MITO de que as medicações provocam “efeito rebote”. O reganho de peso NÃO é pela medicação utilizada. Estudos clínicos já puderam evidenciar isto.

Quais são os tipos de medicamentos para emagrecer que existem?

Injetáveis

Conhecidos popularmente como “canetas para emagrecer”, agem reduzindo a glicose no sangue, diminuindo a fome (proporciona efeito de saciedade), e consequentemente, colaborando para o emagrecimento.
– LIRAGLUTIDA: no mercado, recebem o nome de SAXENDA®️ ou VICTOZA®️. Com efeitos muito semelhantes, são aplicados diariamente, sendo a principal diferença a capacidade de dosagem da caneta.
– SEMAGLUTIDA: conhecido comercialmente como OZEMPIC®️, também age na regulação da fome e no controle glicêmico. Sua principal diferença está na frequência de aplicação. Neste caso, aplica-se apenas 1x por semana, o que pode contribuir com a redução de efeitos adversos, em alguns organismos.

Orais

Estes medicamentos são anorexígenos, ou seja, agem inibindo a fome. A substância aumenta, também, a liberação dos neurotransmissores noradrenalina e a dopamina, reduzindo o sono e a fome e provocando um estado de agitação psicomotora. Estes remédios também estimulam a serotonina, que age no centro da fome, dando ao indivíduo sensação de saciedade.

Os inibidores não são indicados para quem quer perder pouco peso, menores de idade, idosos, quem tem problemas psiquiátricos, cardíacos, hipertensos que não controlam a doença, asmáticos, entre outras restrições.

Os efeitos colaterais mais comuns são: irritabilidade, insônia, hipertensão e taquicardia. Por isso, a importância de medicamentos para emagrecer serem indicados por um médico especialista

Manipulados

Os medicamentos manipulados são uma das opções terapêuticas para o tratamento do sobrepeso e da obesidade. O benefício deste tipo de medicação é a possibilidade de personalizar de acordo com as necessidades de cada paciente. Além de customizar os ativos, o médico poderá determinar a dosagem específica para o indivíduo.

Existem outros medicamentos disponíveis no mercado, citamos apenas os mais conhecidos e questionados pelos pacientes.

Existem diversas medicações para emagrecer e o mais importante é que você escolha um médico de confiança e siga as recomendações dele. Faça o acompanhamento correto, durante meses e provavelmente anos, com todos os exames necessários.

Não abandone o seu tratamento depois que já perdeu os kilos que gostaria de perder, porque manter os resultados pode ser a parte mais difícil!

O tratamento para emagrecer é multidisciplinar

Além das medicações, o paciente precisará mudar seu estilo de vida, como por exemplo, fazendo uma reeducação alimentar e praticando atividade física, para assim, manter os resultados.

Nunca tome a medicação da sua amiga ou da sua prima. Tratamentos são individualizados. E mais importante que os resultados estéticos é manter o seu corpo saudável e em pleno funcionamento.

Consulte um médico especialista para receber orientações específicas ao SEU caso.

Para agendamentos de consulta com o Médico Nutrólogo Dr. Edivaldo ou com a Nutricionista Dra. Daniela, clique no número ao lado: (11) 97263-2233.

Categories:
  Blog, Mídia
Edivaldo Rodrigues dos Santos Junior - Doctoralia.com.br